Como crescer e continuar forte em meio a uma crise financeira no mundo

separator
Compartilhar

Kleber Santana

Existem muitas histórias reais de empresas que cresceram no passado em épocas de crise. Aliás, temos relatos de empresas que estão se reinventando e conseguindo, com muita luta e garra, vencer a crise que estamos enfrentando.

A crise econômica sempre é avaliada pelo lado negativo, o que é aceitável, pois o cenário é desfavorável em praticamente todos os aspectos.

Na minha opinião, a crise ajuda a separar homens de meninos. Ela instiga a criatividade, nos tira da zona de conforto, nos traz oportunidades de negócios e contratações que, em momentos de abundância certamente não teríamos.

Quando estamos em tempos de crise, passamos a analisar a nossa empresa e os nossos custos com mais cautela. Procuramos maneiras criativas para captar novos clientes, aprimoramos os nossos produtos e serviços em busca de qualidade e valorizamos muito mais os clientes que estão ativos em nossa empresa.

Muitos empresários ficaram acomodados com o momento favorável que viviam e agora estão tendo que se reinventar.

Com a nova lei trabalhista, temos a oportunidade de contratar ótimos profissionais com salários menores e ganhos por resultados. Isso é bom para ambos, pois a aposta passa a ser do empregador e empregado, o que não acontecia, uma vez que, com o mercado aquecido, sair de uma empresa e conseguir outro emprego estava muito mais fácil.

Temos uma geração que desconhecia a crise e não dava valor aos seus empregos. Entendendo que no atual momento, existe muita competição no mercado e poucas vagas. Quem não desempenhar bem sua função e não valorizar o seu emprego e a sua empresa, não sobreviverá nesse novo mercado em que a meritocracia está em alta.

Nesse momento de crise, somente os empregadores e empregados que, realmente, estiverem dispostos a entregar o seu melhor irão sobreviver.

Por isso:

1-Não pare esperando a crise passar, pois você não sabe o tempo que ela irá durar;

2-Aproveite, muitos dos seus concorrentes estão sendo obrigados a desistir;

3-Reinvente-se, estude o seu mercado profundamente e crie novidades para os seus clientes;

4-Tire experiências positivas neste momento em que a velocidade da maioria dos segmentos está menor e podemos olhar o mundo por outro ângulo, pois no geral o mercado está menos acelerado;

5-Por mais que seja difícil, não fique abatido, mostre aos seus clientes e colaboradores que você continua de pé, motivado e otimista;

6-Contrate bons profissionais e proponha um bom plano de carreira com ganhos por metas atingidas;

7-Analise as alternativas de divulgação da sua marca, produtos e serviços. Veja se não é o momento de investir no mundo digital;

8-Valorize quem realmente entendeu o momento que o mundo está vivendo e está ao seu lado, seja o seu fornecedor, cliente ou colaborador;

9-Crie um plano de negócios a longo prazo e verifique a sua margem de lucro por produto ou serviço;

10-Faça caixa e negocie com os seus fornecedores novos preços e prazos de pagamento.

A maioria esmagadora está passando dificuldades e é o momento ideal para entender que uns precisam dos outros.

Lembre-se de quem é, como começou, quais as dificuldades que enfrentou no início de sua carreira profissional e siga em frente.

 

Kleber Santana é palestrante e diretor da agência KMC, assina a coluna “Marketing e Vendas” no Inova360/R7 e é comentarista sobre o tema no quadro do programa de TV Inova360, na Record News.

LinkedIn: www.linkedin.com/in/klebersantana

Site: www.agenciakmc.com.br

Instagram:  www.instagram.com/agenciakmc