Wish, o novo marketplace que está conquistando o mercado brasileiro

separator
Compartilhar

Por Wish

De acordo com estudos da McKinsey 2020, 71% dos brasileiros possuem um smartphone. Devido a praticidade e comodidade, os dispositivos móveis são o meio preferido dos consumidores para acessar a internet. O aumento do tempo gasto nesses aparelhos já vinha alterando o hábito de compra da população, mas o coronavírus atuou como um catalizador, acelerando ainda mais esse processo. No Brasil, mais de 130 mil lojas online foram criadas desde março deste ano e quase 40% dos consumidores fizeram sua primeira compra pela internet nos últimos meses.

Este novo comportamento do consumidor, não só exige que as lojas ofereçam seus produtos online, mas afirmam que se o cliente é “mobile”, marcas que melhor se adaptam aos dispositivos certamente terão um impacto imediato nas vendas. Wish foi o aplicativo de compras mais baixado do mundo por 3 anos consecutivos de acordo com a SensorTower. Com sede em San Francisco, na Califórnia e presença em mais de 130 países, o marketplace já virou tendência mundial, e tem o Brasil como o segundo maior mercado em tráfego de clientes. No último ano, mais de um bilhão de produtos foram vendidos na plataforma.

Considerada um unicórnio do Vale do Silício, a empresa é liderada pelo CEO Peter Szulczewski e avaliada em mais de US$ 11 bilhões. Peter, engenheiro de formação, trabalhou mais de 6 anos desenvolvendo a principal tecnologia para o Google AdWords e sua experiência criou um dos grandes diferenciais do aplicativo Wish, que emprega princípios de big data, machine learning, inteligência artificial e tecnologias de pesquisa de última geração para criar uma experiência de navegação mobile altamente visual, divertida e personalizada para os usuários.

Embora mais de 240 mil comerciantes vendam ativamente no marketplace ao redor do mundo, o Brasil ainda é um país novo em aquisição de lojas. A expansão da empresa no país, oferece benefícios para ambas as partes, marketplace e vendedores. De um lado, o marketplace pode contar com o estoque terceirizado de diversos lojistas que entendem quais são os produtos de preferência dos brasileiros, oferecem itens com mais qualidade e com entrega rápida. Do outro, os vendedores podem expor suas mercadorias para um público muito maior, podendo contar com uma interface amigável, checkout facilitado, além da oportunidade de fazer cross-border.

Existem muitas plataformas que permitem que pequenas e médias empresas digitalizem seus negócios, entretanto, o custo de aquisição de clientes e manutenção da operação online requer um alto investimento. Vender em um marketplace permite que até mesmo lojistas que recém iniciaram no universo digital possam obter posições de destaque e maiores chances de conversão. Além da facilidade de obter usuários recorrentes visualizando seus produtos, os comerciantes não tem custo para fazer o cadastro, anunciar os produtos e não é preciso criar uma vitrine para suas lojas. Basta focar em boas imagens, preços atrativos e boas descrições que as vendas acontecem rapidamente de forma orgânica.

Empresas de todos os portes são bem vindas para vender no marketplace Wish. Os comerciantes podem tanto colocar seus produtos de forma manual, como também contar com parceiros locais que auxiliam no controle de estoque e entrega rápida das mercadorias. Para valorizar empresas que entregam rápido, por exemplo, a Wish oferece o programa Wish Express, no qual todos os os produtos cadastrados no programa, recebem 10 vezes mais impressões e ficam legíveis para uma série de experimentos e campanhas promocionais. Preços em reais, diversificação de categorias, aumento no prazo de envio, pagamento antecipado de vendas parceladas, a sinalização da bandeira Brasileira para dar suporte as lojas locais, além de uma comissão de 5% nos primeiros 3 meses foram algumas alternativas criadas para ajudar vendedores brasileiros durante a pandemia.

Além do marketplace, a empresa conta com o programa Wish Local. Com a pandemia e o fechamento de loja físicas em todo o país, a Wish está permite que os proprietários possam adicionar os produtos no aplicativo, sem pagar comissão pelas vendas locais, e ainda oferecendo uma remuneração extra por itens que são entregues na casa do cliente. Em contrapartida, os usuários além de contar com uma maior variedade de produtos não precisam aguardar pela entrega.

Confira a participação da Wish no especial Semana do Marketplace, exibida no mês passado, no Programa Inova360 na Record News, e entenda mais como vender nesta plataforma global de e-commerce.

Wish é a plataforma global de e-commerce que conecta milhares de comerciantes com consumidores no mundo inteiro. O marketplace possui o aplicativo de compras mais baixado do mundo por três anos consecutivos e está pronto para atender comerciantes brasileiros